©Sonia Soares©



Suavemente...


como se as nuvens do céu me recobrissem
e todos os meus poros pressentissem
o encontro de anseios libertados.


Docemente...


como se os favos de mel do paraíso
embrulhados, amor, em teu sorriso,
pelas mãos de Deus me fossem dados.


Mansamente...


como a noite entra pelo dia,
nossa sede de afeto se sacia
na troca de carinhos vivenciados.


Repetidamente...


como quem decora os teus sinais,
eu me aprofundo em ti, cada vez mais,
e tenho os teus encantos por sagrados.


Lentamente...


como que vertendo nossa essência,
tu és a causa, eu sou a conseqüência
e nós dois, um do outro, resultado.


(Mendes Ribeiro)







Fale Comigo Atualizações Voltar




Sonia Soares Copyright © 2000
falandocomcoracao.com|falandocomcoracao.net
Webmaster Sonia Soares| Rio de Janeiro| Brasil